sexta-feira, 4 de julho de 2014

SEJA UM BURRO!!!

SEJA UM BURRO!!!!




ANTES QUE VOCÊ RESOLVA NÃO LER ESSE ABSURDO APARENTE(MAS COMO TODO ABSURDO CHAMA ATENÇÃO E ATIÇA A CURIOSIDADE, CREMOS QUE  NINGUÉM DEIXARÁ DE DAR UMA CONFERIDA, NÃO É MESMO?), VALE A PENA, PELO MENOS DESCOBRIR A RAZÃO PARA UM TEMA TÃO...CURIOSO.

SEM SERMOS CHATOS, PROLIXOS, REPETITIVOS, ETC, VAMOS AO PONTO: O MALSINADO BURRO, SIM, NOSSO PACATO E CABISBAIXO SERVO DE CARGA E EMBLEMÁTICO SÍMBOLO DA FALTA DE INTELIGENCIA DEVE ENTRAR PARA O PANTEÃO DOS ANIMAIS MAIS SAGRADOS; E GARANTO QUE UM DIA ELE JÁ FIGUROU ENTRE OS MAIS NOBRES REPRESENTANTES DO SEU REINO. MAS POR QUE LOGO ELE, ÍCONE DA MENOS VALIA E USADO PARA OFENDER E ESCARNECER QUEM DER A MENOR ESCORREGADA NA GRAMÁTICA, OU QUEM NÃO CUMPRE A OBRIGATORIEDADE ARBITRÁRIA DE TER QUE SABER O QUE “TODO MUNDO SABE”?

POIS É, SIM, O NOSSO BURRO/JUMENTO DE TODAS AS LABUTAS E OFENSAS, MALTRATADO PELO RECHAÇO ERA UM SÍMBOLO DE COMO O EGO DEVERIA SER: TER ORELHAS GRANDES PARA AUSCULTAR A CONSCIÊNCIA PURA COM HUMILDADE, SEM REAGIR COM SEUS CONTEÚDOS ACUMULADOS. POR ESSA RAZÃO, VEMOS O BURRO EM ALGUNS HIERÓGLIFOS EGÍPCIOS DANDO MONTARIA PARA FARAÓS E INICIADOS, E NÃO É POR ACASO QUE JESUS É DESCRITO MONTADO SOBRE UM JUMENTO, NÃO SOBRE UM PURO-SANGUE. ISSO SE DEVE, NÃO APENAS PELAS ORELHAS, MAS PELA RESISTÊNCIA INIGUALÁVEL DESSES ANIMAIS, MAIS CAPACITADOS PARA TRANSPORTAR CARGAS POR LONGAS DISTANCIAS E TERRENOS ACIDENTADOS DO QUE OS CAVALOS. E A CARGA AQUI É INTENSIDADE DO ESPIRITO.







AS ORELHAS GRANDES DO BURRO SÃO EMBLEMÁTICAS DE QUEM SABE OUVIR, E COMO DIZIA SÃO BERNARDO “SE QUERES VER, ENTÃO OUÇA”. ALGUÉM POR ACASO JÁ REPAROU QUE AS ORELHAS DO BUDA SÃO SEMPRE GRANDES (PARA BAIXO, É VERDADE, MAS SEMPRE GRANDES)? ISSO PORQUE NO BUDISMO ORELHAS GRANDES SIMBOLIZAM SABEDORIA. JIDU KRISHNAMURTI DIZIA QUE O QUE MENOS SABEMOS FAZER É OUVIR, POIS ISSO REQUER MUITA ENERGIA E PRESENÇA. AUSCULTAR SEM REAGIR, APENAS SABOREAR A INFORMAÇÃO SEM COMPARAÇÃO, SEM CONCORDAR E SEM DISCORDAR AUTOMATICAMENTE REQUER UMA FORÇA PRESENCIAL SEM PARALELOS. RARAMENTE PERMITIMOS QUE AS INFORMAÇÕES ABSORVIDAS "DE FORA" SEJAM "LIDAS" PELO "PENSADOR SUPERIOR", QUE É A PRÓPRIA ALMA, O SELF. E É NA CAPACIDADE DE AUSCULTAR E SORVER A INFORMAÇÃO QUE RESIDE O PRINCÍPIO DA AÇÃO PELA NÃO-AÇÃO, O AGIR PELO NÃO-AGIR.






QUANDO NÃO INTERFERIMOS NO PROCESSO DE RECEPÇÃO, A PRÓPRIA INFORMAÇÃO SE REVELA COMO UM PODER DINÂMICO  CAPAZ DE SE TRADUZIR PARA NÓS DE ACORDO COM NOSSAS RESPECTIVAS CAPACIDADES. INFORMAÇÃO VEM DE IN-FORMARE, O QUE FORMA/CONSTRÓI  POR DENTRO(OU DE DENTRO). INTERESSANTE REPARAR QUE QUASE TODAS AS PESSOAS QUE ESTIVERAM NA PRESENÇA DE GRANDES MESTRES DESCREVEM A PAZ  EXPERIMENTADA NA PRESENÇA SILENTE DESSES, NA INVESTIDURA DO SILENCIO, ESSES GRANDES MESTRES  EXTRAÍAM A SABEDORIA VIVA DE DEUS, SEMPRE DISPONÍVEL PARA QUEM ESGOTOU O EGO E ESTÁ COM O RECIPIENTE "CHEIO DE ESPAÇO" PARA SER PREENCHIDO. PAUL BRUNTON RELATA DE MANEIRA  MUITO COMOVENTE COMO FOI O SEU ENCONTRO COM RAMANA MAHARISHI; " APÓS TANTAS HORAS NA PRESENÇA DAQUELA FIGURA APARENTEMENTE FRÁGIL E ESTÁTICA,  UMA PAZ INDESCRITÍVEL SE APODEROU DE MIM. SEM QUE ELE TIVESSE PROFERIDO UMA PALAVRA SEQUER ME SENTI INVADIDO POR UMA VERDADE DIFÍCIL DE SER DESCRITA, TÃO PROFUNDA, TÃO SIMPLES, TÃO ARREBATADORA, TÃO INTANGÍVEL, E AINDA SIM, MAIS CONCRETA DO QUE QUALQUER SENSAÇÃO FÍSICA. QUANDO ELE ABRIU SEUS OLHOS OS MESMOS PARECIAM QUE FITAVAM O INFINITO, OU QUE ELE HAVIA IMERGIDO NAS ESTRANHAS DO UNIVERSO E REGISTRADO TODA A GRANDEZA DA SUA JORNADA NAQUELE OLHAR(...)".



Ramana Maharishi


REPAREMOS NAS CONVERSAS: SÃO FALATÓRIOS EGOÍSTICAMENTE CENTRADOS, "VERBORRÉIAS" E "INCONTINÊNCIAS" ORAIS  NAS QUAIS CADA UMA DAS PARTES RARAMENTE ESTÁ INTERESSADA NO QUE A OUTRA TEM PARA COMPARTILHAR. DEPOIS NINGUÉM ENTENDE A RAZÃO DOS TERAPEUTAS FAZEREM TANTO SEM QUASE NADA DIZER! SIM, MUITAS VEZES, EM NOSSAS DORES E CARÊNCIAS QUEREMOS SOMENTE UM OUVIDO AMIGO QUE NÃO INTERFIRA NA NOSSA CATARSE,  OU QUE PERMANEÇAM QUIETOS SEM PROFERIR SENTENÇAS BASEADAS NAS EXPERIENCIAS PESSOAIS. AO QUE APRENDE A AUSCULTAR O OUTRO EM SUAS CARÊNCIAS.

QUANDO LEMOS A EXPRESSÃO “DAR A OUTRA FACE” É POSSÍVEL QUE A MESMA QUEIRA DIZER O SEGUINTE: “DAR O OUVIDO PARA AQUILO QUE É DIFERENTE DO QUE SABEMOS”, NÃO POR CONVENIÊNCIA OU FORMALIDADE, SENÃO POR INTERESSE REAL. ORELHAS GRANDES TAMBÉM SUGEREM OUVIR ALEM DO APARENTE, DO SIMBOLO, DA "LETRA MORTA". FICAMOS A IMAGINAR O QUANTO DESPERDIÇAMOS DE INFORMAÇÃO, DE CONSCIÊNCIA E ENTENDIMENTO POR NÃO SABERMOS OUVIR, POR ESTARMOS CERRADOS EM NOSSOS PRÓPRIOS AUDITÓRIOS LOTADOS COM NOSSOS EUS ,TODOS CHEIOS DE RAZÃO E IMPORTANTES. ALIÁS, DIGA-SE DE PASSAGEM QUE O EXCESSO DE AUTO-IMPORTÂNCIA E O NARCISISMO(DOENTIO EM NOSSA SOCIEDADE) SÃO PERIGOSOS OPONENTES DA VERDADEIRA APRENDIZAGEM E SABEDORIA, SEM FALAR QUE ISOLA O INDIVIDUO PARA RELAÇÕES VERDADEIRAMENTE EMPÁTICAS E CONSTRUTIVAS..

PRECISAMOS EXPANDIR NOSSAS CAPACIDADES COGNITIVAS, METACOGNITIVAS, SUPRACOGNITIVAS E SENSORIAIS SENDO BURROS, COMO FORAM OS GRANDES MESTRES E SÁBIOS, QUE POUCO FALAVAM E MUITO SORVIAM DA SABEDORIA EMANADA E CONTIDA NA VIDA, VIDA ESSA QUE É A PRÓPRIA TRANSPIRAÇÃO DA SABEDORIA DE DEUS. FOI DITO: “DE QUE ADIANTA VER SE NÃO SABEMOS O QUE VEMOS?”. QUANDO OS MESTRES IRROMPEM O SILENCIO (QUE  É A VOZ DE DEUS, DA MESMA FORMA QUE O ESPAÇO É O SEU CORPO) SUAS PALAVRAS SÃO DOTADAS DE TAMANHO PODER DE REPARAÇÃO E ENTENDIMENTO QUE PARA NÓS SOAM COMO DIVINAS, NÃO PERTENCENTES AO NOSSO RASO E RALO CAMPO DE ATIVIDADE CONSCIENCIAL. FOI ISSO QUE PAUL BRUNTON PERCEBEU JUNTO AO MAHARISHI. 



NORMALMENTE OS PIORES OUVINTES SÃO AQUELES QUE AUTOMATICAMENTE, SEM O MENOR INTERESSE E GENEROSIDADE PERANTE A FALA ALHEIA RETRUCAM COM O MURCHANTE “EU SEI”.  SIM, O "EU SEI"  NA IMENSA MAIORIA DAS VEZES É O CARTÃO DE APRESENTAÇÃO DO ARROGANTE IGNORANTE. VAMOS REFLETIR: MESMO QUE JÁ TENHAMOS ALGUMA NOÇÃO SOBRE UM DADO ASSUNTO, DIFERENTES PESSOAS CONTEMPLAM E INTERAGEM COM UMA MESMA SITUAÇÃO OU EVENTO PERCEBENDO ANGULOS DIFERENTES, EMBORA COMPLEMENTARES.
ESSA É A BELEZA DA DIVERSIDADE E O SENTIDO DAS RELAÇÕES, POIS VER DIFERENTE NÃO SIGNIFICA DISTINÇÃO, ANTES, COMPLEMENTAÇÃO.

SABER OUVIR O OUTRO É UMA FORMA DE GENEROSIDADE, MAS É EVIDENTE: TUDO OBEDECE A LEI DE SENTIDO DE PROPORÇÃO, PORTANTO, NÃO ESTAMOS FALANDO DE EXCESSOS E NEM DE CORDIALIDADE FORÇADA. O FATO É QUE TEMOS MUITO QUE APRENDER QUANTO A ARTE DE AUSCULTAR, SEJA EM RELAÇÃO AO NOSSO SEMELHANTE,SEJA EM RELAÇÃO ÀS OUTRAS FORMAS DE VIDA, POIS QUANTO MAIS LIVRES SOMOS DO QUE SUPOMOS SABER OU CONHECER, SOLTOS DE IDEIAS FIXAS MAIOR É A NOSSA CAPACIDADE DE GERAR INTERAÇÕES CRIADORAS COM A VIDA. NÃO TRANSFERIR OU REAGIR COM NOSSAS IDEIAS SOBRE O OBSERVADO É O GRANDE SEGREDO PARA VERDADEIRA APRENDIZAGEM...E PARA A SAPIÊNCIA.

QUANDO NOS DESPOJAMOS DA NECESSIDADE DE OSTENTAR QUALQUER FORMA DE AUTO-AFIRMAÇÃO E ABANDONAMOS A POSTURA OFENSIVA FRENTE AO QUE DEUS PODE ESTAR QUERENDO NOS ENSINAR ATRAVÉS DE SI MESMO NO OUTRO ,É CERTO QUE ESTAREMOS CAMINHANDO PARA A VERDADEIRA SABEDORIA, QUE SE REVELA SOB OS MAIS DIFERENTES MODOS E DE FORMA MUITO ESPONTÂNEA.  

INTERESSANTE NOTAR QUE QUANDO CHAMAMOS ALGUÉM DE "BURRO" É PORQUE A PESSOA NÃO "SABE" ALGO QUE É APARENTEMENTE "ÓBVIO", "EVIDENTE", "CLARO", "REDUNDANTE" E ASSIM POR DIANTE. MAS É PRECISO TER CUIDADO COM ISSO, AFINAL VIVEMOS NUM UNIVERSO DE POSSIBILIDADES INESGOTÁVEIS. E NÃO SABEMOS ATÉ QUE PONTO A "INFERIORIDADE ALHEIA" NOS BENEFICIA DE ALGUMA FORMA, OU ENTÃO, DEIXA NOS SATISFAZ PARA TRIPUDIAR O OUTRO E ASSIM ABAFAR ALGUM COMPLEXO PSICOLÓGICO DE INFERIORIDADE.
É MUITO COMUM, POR EXEMPLO, PESSOAS DOTADA DE MUITA INTELIGENCIA INTELECTUAL DEPRECIAR PESSOAS QUE NÃO TENHAM ESSA LINHA DE INTELIGENCIA "DESENVOLVIDA", EMBORA ESSAS POSSAM SER MAIS RESPONSIVAS E HABILIDOSAS NAS LINHAS ESPIRITUAL, MORAL E EMOCIONAL. É CONSTANTE TAMBÉM AS PESSOAS SE ESCUDAREM NO "SENSO COMUM" PARA VALIDAR SUAS OPINIÕES E DESMERECER QUEM NÃO AS COMPARTILHE, E ISSO VALE PARA TODOS OS SENSOS COMUNS, DESDE CRENÇAS INFANTIS DO PONTO DE VISTA RELIGIOSO ÀS MAIS COMPLEXAS E REFINADAS TEORIAS CIENTIFICAS.

QUANTO MAIS ENVOLTOS EM NOSSA PRESUNÇOSA SAPIÊNCIA "MANUFATURADA" ESTIVERMOS, MAIS BLOQUEAMOS A MANIFESTAÇÃO DA "AUTO-CULTURA", E O QUE VEM A SER "AUTO CULTURA"? É A CAPACIDADE DE SABER LIDAR COM AS MAIS DIFERENTES SITUAÇÕES E PROVAÇÕES COM CLAREZA, COMPREENSÃO, ADAPTABILIDADE  E DISCERNIMENTO. A AUTO CULTURA NOS MOSTRA QUE DETERMINADAS SITUAÇÕES, EXPERIENCIAS E EVENTOS NÃO PODEM SER INTERPRETADOS E COMPREENDIDOS  COM O CONHECIMENTO MERAMENTE CONCEITUAL. ELA NÃO É "MEMÓRIA" NO SENTIDO FUNCIONAL DO TERMO E MUITO MENOS RESULTA DA EXPERIENCIA DUALISTA. ELA É ENTENDIMENTO PURO E IMEDIATO QUE GERA AÇÃO INTELIGENTE E HARMÔNICA. PODEMOS, PORTANTO, DEFINIR AUTO CULTURA COMO UMA EXPRESSÃO DA SABEDORIA INTERNA ,DIFERENTE  DA CULTURA EXTERNA ACUMULADA, QUE MAIS SE ASSEMELHA A RETALHOS SOLTOS A PROCURA DE UMA TECELÃ PARA UNI-LOS.


A AUTO CULTURA NÃO PRODUZ PESSOAS "CULTAS" NO SENTIDO USUAL DA PALAVRA,MAS ANTES, PESSOAS PROFUNDAMENTE COERENTES, CHEIAS DE TEMPERANÇA, CALMAS E DOTADAS DE GRANDE PODER DE SÍNTESE. PARA UM OBSERVADOR IMEDIATISTA E CHEIO DE CULTURA ADQUIRIDA, ALGUÉM ORIENTADO PELA AUTO CULTURA PODE ATÉ SER UM "BURRO", UMA PESSOA INCULTA E SIMPLÓRIA.

A AUTO CULTURA É A FLORAÇÃO DA QUINTESSENCIA VIVENCIAL, E UMA VEZ ATIVA NOS ORIENTA NA DIREÇÃO CORRETA DOS CONHECIMENTOS, RELAÇÕES E PRÁTICAS MAIS ADEQUADOS E ESSENCIAIS AO NOSSO PROGRESSO. LIDA BEM COM EVENTOS IMPREVISIVEIS  NA RAZÃO DE SER  INTELIGENCIA PURA, NÃO PROGRAMADA. A AUTO CULTURA NÃO PODE SER ADQUIRIDA POR MEIO DE TÉCNICA, AINDA QUE O RAJA E O JNANA YOGAS, POR EXEMPLO, PRIMAM PELO SEU CULTIVO E DESPERTAR. ESSAS LINHAS DE YOGA TRABALHAM PARA QUE A MENTE INTELECTUAL SEJA ILUMINADA PELA MENTE PURA. DESSE MODO, O INTELECTO PASSA A SER UMA BASE/FUNDAÇÃO DOTADA DE DISCERNIMENTO E CLAREZA PARA A EXERCÍCIO DE UMA EXISTÊNCIA MATERIAL ALINHADA COM A VIDA INTERNA.

ALGUNS SÁBIOS DIZEM QUE AC SIMPLESMENTE "ACONTECE" CONFORME AMADURECEMOS PSICOLÓGICA E ESPIRITUALMENTE. MUITOS CHAMARIAM ESSE "ESTADO" DE "INTUIÇÃO", AINDA QUE  ESSA ESTEJA UM PATAMAR ACIMA.
DE QUALQUER MODO, A AC É O PRIMADO PARA A INTUIÇÃO, QUE É A VISÃO DA ESSÊNCIA POR TRÁS DA APARÊNCIA E A SABEDORIA PURA, NÃO PRODUZIDA NO TEMPO(SOBRE ISSO FALAREMOS EM OUTRO TÓPICO NESSE MESMO BLOG).

RESUMO DA ÓPERA: O LORDE BURRO NOS CONVIDA PARA ASSISTIR  A INCOMENSURABILIDADE DA VIDA E PERMITIR QUE ELA NOS ENSINE E NOS CONDUZA. NOSSO BURRO PEDE, ENQUANTO TOTEM E "ANIMAL DE PODER" QUE SEJAMOS PACÍFICOS E PACIENTES PARA QUE SAIBAMOS RECONHECER E NOS CONTENTAR COM AS CARGAS QUE A VIDA DEITA SOBRE O NOSSO DORSO; POIS AS CARGAS POSTAS POR ELA, DIFEREM E MUITO DAQUELAS QUE ACUMULAMOS POR NOS POSICIONARMOS ACIMA DA CRIAÇÃO.

ASSIM DISSE UM SÁBIO: "SOU LIVRE DE TUDO QUE CONHEÇO E PRESO A TUDO QUE IGNORO". PERFEITO.

FORA ISSO TUDO, VAMOS COMBINAR: O BURRO É BEM SIMPÁTICO, NÃO É MESMO?



Nenhum comentário:

Postar um comentário